Santa Cruz da Graciosa

Situada no nordeste da Graciosa, Santa Cruz é excelente para a observação das outras ilhas do Grupo Central.

O concelho de Santa Cruz da Graciosa ocupa todo o território da ilha Graciosa e os seus ilhéus. A ilha tem uma forma grosseiramente oval, com 12,5 km de comprimento e 8,5 km de largura máxima. É a menos montanhosa das ilhas açorianas, atingindo 405 m de altitude máxima no bordo leste da Caldeira. Esta baixa elevação confere à ilha um clima temperado oceânico, caracterizado pela menor pluviosidade do arquipélago.

O relevo do concelho é em geral aplainado, marcado por numerosos cones de escórias que lhe dão um carácter marcadamente vulcânico, com um relevo mais acentuado na parte meridional.

Fonte: wikipedia.org

Diretório

SABER MAIS  

Um paraíso a ser explorado

A revista norte-americana destaca três razões pelas quais todos deveriam estar a comprar viagens para os Açores. Primeiro, pela aventura. O arquipélago é feito para a exploração ao ar livre. A publicação destaca as falésias íngremes, ideais para a prática de canyoning, e as montanhas, para caminhadas de várias horas, assim como a sua localização no meio do Atlântico, o que significa …

Continuar a ler  

Festival MUMA no Faial

A iniciativa, organizada pela Associação Música Vadia, com o apoio da Câmara Municipal da Horta, reúne no Faial nomes como You Can’t Win Charlie Brown, Filho da Mãe, Octapush, Julinho da Concertina, Stone Dead, DJ Quesadilla, Tigra e Yes Man, numa mistura de estilos e ritmos “para todos os gostos”. “Com um cartaz pensado à medida, para ser simultaneamente inclusivo …

Continuar a ler  

Santa Maria, prodígio natural

Entre a Praia de Lobos e o lugar de Anjos, noroeste mariense, lugares fundacionais de Santa Maria – e daqui haveria Açores – as rochas oferecem-se a caprichos da imaginação. Aqui, já faz parte do folclore local, o desenho do nariz e do queixo da “bruxa” e, uma vez detectado o rosto, de perfil, é impossível ver outra coisa que …

Continuar a ler  

Maré de Agosto: ícone musical

A Associação resultou efetivamente de uma “noite mágica” em 1984 que sem saberem seria a primeira de muitas Marés. A origem do Festival Maré de Agosto foi no fundo a origem da Associação, quando nessa noite um grupo de artistas Açorianos resolveu promover um encontro de músicos na ilha. A iniciativa agradou de tal forma a todos, que a decisão …

Continuar a ler