Calheta

A Calheta é sede de município, subdividida em 5 freguesias. O concelho é limitado a noroeste pelo concelho de Velas, sendo banhado pelo Oceano Atlântico em todas as outras direcções. O seu núcleo populacional à medida que foi crescendo foi também irradiando para as localidades próximas; foi o caso da Fajã Grande, Ribeira Seca, Relvinha, Biscoitos e Norte Pequeno. O seu crescimento justificou que no ano de 1534 fosse desanexada do Concelho de Velas e elevada a Vila.

Fonte: wikipedia.org

Locais em Calheta

SABER MAIS  

Localidades

Diretório

SABER MAIS  

Festa de Maios na freguesia da Maia

Com a realização deste evento, a Casa do Povo da Maia pretende perpetuar a tradição dos Maios, homenageando o seu povo e a fundadora da freguesia, Inês Maia, simbolicamente representada num Maio Gigante “amigo do ambiente”. Dando continuidade ao Plano Estratégico de Literacia Turística da Maia, é com orgulho que a Casa do Povo convida toda as pessoas interessadas a …

Continuar a ler  

Um paraíso a ser explorado

A revista norte-americana destaca três razões pelas quais todos deveriam estar a comprar viagens para os Açores. Primeiro, pela aventura. O arquipélago é feito para a exploração ao ar livre. A publicação destaca as falésias íngremes, ideais para a prática de canyoning, e as montanhas, para caminhadas de várias horas, assim como a sua localização no meio do Atlântico, o que significa …

Continuar a ler  

Festival MUMA no Faial

A iniciativa, organizada pela Associação Música Vadia, com o apoio da Câmara Municipal da Horta, reúne no Faial nomes como You Can’t Win Charlie Brown, Filho da Mãe, Octapush, Julinho da Concertina, Stone Dead, DJ Quesadilla, Tigra e Yes Man, numa mistura de estilos e ritmos “para todos os gostos”. “Com um cartaz pensado à medida, para ser simultaneamente inclusivo …

Continuar a ler  

Santa Maria, prodígio natural

Entre a Praia de Lobos e o lugar de Anjos, noroeste mariense, lugares fundacionais de Santa Maria – e daqui haveria Açores – as rochas oferecem-se a caprichos da imaginação. Aqui, já faz parte do folclore local, o desenho do nariz e do queixo da “bruxa” e, uma vez detectado o rosto, de perfil, é impossível ver outra coisa que …

Continuar a ler