Praia do Pópulo

A Praia do Pópulo é uma zona balnear portuguesa localizada em Rosto de Cão, freguesia do Livramento no concelho de Ponta Delgada. Durante o século XVII e o século XVIII, os terrenos envolventes a esta praia encontravam-se dedicados ao cultivo de vinhas e o acesso não era livre sendo quase do uso exclusivo dos proprietários cujas terras terminavam na orla marítima.

 

Foi já no século XX que esta praia localizada às portas da cidade de Ponta Delgada foi alvo de melhoramentos por acção da intervenção do homem através da Junta Geral do Distrito Autónomo de Ponta Delgada, entretanto extinta.

Assim, foi nos anos 50 do século XX, a quando do lançamento de uma estrada através dos antigos terrenos de vinhas com o objectivo de fazer uma variante à Estrada Regional do Sul, que se abriu ao uso colectivo o areal.

Rapidamente os terrenos limítrofes foram sujeitos à construção e a praia passou a ser do uso da cidade de Ponta Delgada que assim passou a ficar dotada de uma excelente zona balnear.

 

Um paraíso a ser explorado

A revista norte-americana destaca três razões pelas quais todos deveriam estar a comprar viagens para os Açores. Primeiro, pela aventura. O arquipélago é feito para a exploração ao ar livre. A publicação destaca as falésias íngremes, ideais para a prática de canyoning, e as montanhas, para caminhadas de várias horas, assim como a sua localização no meio do Atlântico, o que significa …

Continuar a ler  

Festival MUMA no Faial

A iniciativa, organizada pela Associação Música Vadia, com o apoio da Câmara Municipal da Horta, reúne no Faial nomes como You Can’t Win Charlie Brown, Filho da Mãe, Octapush, Julinho da Concertina, Stone Dead, DJ Quesadilla, Tigra e Yes Man, numa mistura de estilos e ritmos “para todos os gostos”. “Com um cartaz pensado à medida, para ser simultaneamente inclusivo …

Continuar a ler  

Santa Maria, prodígio natural

Entre a Praia de Lobos e o lugar de Anjos, noroeste mariense, lugares fundacionais de Santa Maria – e daqui haveria Açores – as rochas oferecem-se a caprichos da imaginação. Aqui, já faz parte do folclore local, o desenho do nariz e do queixo da “bruxa” e, uma vez detectado o rosto, de perfil, é impossível ver outra coisa que …

Continuar a ler  

Maré de Agosto: ícone musical

A Associação resultou efetivamente de uma “noite mágica” em 1984 que sem saberem seria a primeira de muitas Marés. A origem do Festival Maré de Agosto foi no fundo a origem da Associação, quando nessa noite um grupo de artistas Açorianos resolveu promover um encontro de músicos na ilha. A iniciativa agradou de tal forma a todos, que a decisão …

Continuar a ler