Pinhal da Paz

Provavelmente a mata original de pinheiros bravos, da qual restam poucos vestígios, e a Ermida da Senhora da Paz estarão na origem do nome desta Reserva; no entanto, a azálea terá sido uma das espécies ornamentais que a tornou mais conhecida, pois são inúmeros os visitantes que procuram o colorido destas flores, homenageadas todos os anos, na Primavera, pelo Festival das Azáleas, com a música e as danças do nosso folclore.

Com uma área de 50 hectares o Pinhal da Paz proporciona, para além dos inúmeros espaços de lazer, uma forte componente de educação ambiental, nomeadamente pelas suas colecções temáticas de camélias, fetos, palmeiras e cactos que possuem um grande interesse botânico e valor pedagógico. A sua proximidade aos centros urbanos de Ponta Delgada, Ribeira Grande e Lagoa fazem desta Reserva Florestal de Recreio um dos espaços verdes mais frequentados e emblemáticos dos Açores.
 
Todo o parque é mantido por vigilantes sempre disponíveis para o vasto público que visita o parque.A Destinazores agradece a todos eles e em especial Sr Marco Sousa pela ajuda e amabilidade prestada durante a nossa visita.
 

Açores com certificação de prata da Earthcheck

Segundo Marta Guerreiro, secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo, “somos o primeiro e único arquipélago do mundo com esta certificação, somos a única região de Portugal com esta certificação, estamos na linha da frente”. Os Açores obtiveram a exclusiva certificação da GSTC (ainda só aplicada em oito países e 13 regiões a nível mundial) após um processo de auditorias …

Continuar a ler  

Uma perspetiva de Santa Maria

Não é possível falar da ilha de Santa Maria das últimas décadas sem falarmos do aeroporto. Tendo a 2º maior pista dos Açores (a primeira situa-se na base das Lajes, ilha Terceira), Santa Maria teve um papel de grande relevo na II Guerra Mundial. No entanto, com o fim da guerra e com o aumento da autonomia dos aviões, a …

Continuar a ler  

Trilhando as Sete Cidades

As Sete Cidades oferecem vários trilhos certificados, de dificuldade fácil e média. Todos eles tiram partido do melhor que as Sete Cidades têm: paisagens de cortar a respiração, vistas privilegiadas para o Oceano Atlântico, miradouros que nos enchem os olhos com milhares de tons verdes e duas lagoas, únicas pelas cores que oferecem. Um dos trilhos propostos, tem cerca de …

Continuar a ler  

Santuário no Faial

A caldeira tem cerca de 400m de profundidade e 2 Km de diâmetro e no seu interior podemos encontrar flora endémica dos Açores. Apesar de não ser permitida a descida ao fundo da cratera, o visitante tem um trilho espetacular que circunda toda a área da caldeira. Clique para ver o trilho.  

Continuar a ler  

XVII Semana Cultural na Maia

Para a animação musical, o evento contará um reportório musical diversificado, englobando vários estilos, desde o mais tradicional com grupos de folclore e de cantigas ao desafio (7 cantadores e 4 tocadores), passando por covers de referência internacional, interpretados pelas aclamadas Banda.com e Acoustic 4 You. Por fim, as noites serão impulsionadas por vários DJ’s, a pensar nos mais jovens. …

Continuar a ler  

Desculpe, mas não temos nos Açores

Autoestradas Não temos autoestradas e o melhor que conseguimos oferecer são duas SCUTs em São Miguel, que são mesmo sem custos para quem circula nelas. Nos Açores não pagamos portagens para nos deslocarmos. Engarrafamentos Se estivermos mais de 10m no trânsito já não gostamos muito. Nos Açores não há engarrafamentos, o que pode stressar um pouco o visitante, pelas facilidades …

Continuar a ler