Pinhal da Paz

Provavelmente a mata original de pinheiros bravos, da qual restam poucos vestígios, e a Ermida da Senhora da Paz estarão na origem do nome desta Reserva; no entanto, a azálea terá sido uma das espécies ornamentais que a tornou mais conhecida, pois são inúmeros os visitantes que procuram o colorido destas flores, homenageadas todos os anos, na Primavera, pelo Festival das Azáleas, com a música e as danças do nosso folclore.

Com uma área de 50 hectares o Pinhal da Paz proporciona, para além dos inúmeros espaços de lazer, uma forte componente de educação ambiental, nomeadamente pelas suas colecções temáticas de camélias, fetos, palmeiras e cactos que possuem um grande interesse botânico e valor pedagógico. A sua proximidade aos centros urbanos de Ponta Delgada, Ribeira Grande e Lagoa fazem desta Reserva Florestal de Recreio um dos espaços verdes mais frequentados e emblemáticos dos Açores.
 
Todo o parque é mantido por vigilantes sempre disponíveis para o vasto público que visita o parque.A Destinazores agradece a todos eles e em especial Sr Marco Sousa pela ajuda e amabilidade prestada durante a nossa visita.
 

Festival de Folclore da Relva 2018

Este Sábado tem lugar o maior Festival de Folclore realizado em São Miguel, um dos maiores dos Açores, bem-conceituado a nível nacional e internacional. Trata-se do Grande Festival de Folclore da Relva – Mostra Folclórica do Atlântico, que este ano vai na vigésima sexta edição. Desde há vinte e seis anos que o 1º Sábado de Agosto é considerado, na …

Continuar a ler  

PDL White Ocean

A maior festa branca ao ar livre dos Açores, muitas novidades cor, luz e muito som para mais uma edição “Pdl white Ocean”, sábado dia 4 de agosto, um tema simples: “venha mergulhar num mar de emoções”. Ao caminhar pela cidade, vai sentir as vibrações dos espetáculos o efeito das performance e arte viva, verdadeiramente mágico de muitos sorrisos. O …

Continuar a ler  

Mergulho com… tubarões!!!

O tubarão azul está ameaçado sobretudo pela pesca comercial. Para além das capturas acidentais, é sobretudo desta espécie que são recolhidas as barbatanas para venda no mercado asiático (utilizadas nas sopas de barbatanas de tubarão). Nos Açores, em especial nas ilhas do Pico e do Faial, descobriu-se que a observação desta espécie no seu habitat é bem mais rentável que …

Continuar a ler