Ribeira Quente

O povoamento da Ribeira Quente deu-se alguns anos após o povoamento de Furnas, quando os primeiros habitantes da Ilha, radicados na Povoação Velha avistaram no ar uma enorme língua de fogo. Ao lugar da Ribeira Quente aderiram os conquistadores pelo mar para a penosa fauna da pesca e também podadores de vinha.

A Ribeira Quente é uma pequena pérola de São Miguel com muito para desfrutar! As suas belezas começam na estrada que vem das Furnas, onde é possível observar cascatas entre os seus dois túneis, ou simplesmente parar o carro e fazer um piquenique.

A estrada da Ribeira Quente dispõe de zonas de merendas, equipadas com mesas, bancos e churrasqueiras, tudo no meio da natureza!

Na Ribeira Quente encontra a praia do Fogo, um destino especial na ilha de São Miguel. Sendo muito procurada pelos micaelenses, esta praia tem pequenas nascentes hidrotermais que dão à água do mar uma excelente temperatura.

Galeria de imagens: Paulino Pavão

Diretório

Rabo de Peixe, origens e tradições

O segundo dia da atividade, no dia 20 de setembro a partir das 9h30, será dedicado a “Rabo de Peixe, origens e costumes” através de um passeio guiado pela zona costeira da vila com o intuito de dar a conhecer e valorizar a riqueza cultural e tradições existentes.

Continuar a ler  

Os golfinhos voam nos Açores

Este podia ser o começo de uma descrição da imagem deste artigo. Nesta, o fotógrafo convida o observador a imaginar de onde vem o golfinho: trata-se de um salto a partir da água ou estava a voar tranquilamente antes de um voo a pique sobre o Atlântico? Seja o que for que o leitor imagine, a semelhança com uma gaivota …

Continuar a ler  

Andreia Costa: alternativas para dias de mau tempo

Andreia Costa, residente em São Miguel, tem uma ideia muito clara sobre o que descobrir na ilha, para além das paisagens e lagoas deslumbrantes. Segundo a autora de um roteiro alternativo para São Miguel, a ilha encerra sítios muitas vezes desconhecidos que são locais de grande interesse.   As condições climáticas não devem ser um obstáculo, mas sim, uma mais …

Continuar a ler  

O Corvo está de parabéns

Com uma área total de 17,2 Km ² e cerca de 430 habitantes, o Corvo é a mais pequena e a menos populosa ilha do arquipélago dos Açores. Terá sido descoberta com a das Flores em 1452 por Diogo de Teive, aquando do regresso da sua segunda viagem de exploração à Terra Nova. O seu povoamento não foi fácil, tendo …

Continuar a ler  

Da emigração com amor (e humor)

Nos Estados Unidos da América, estima-se que existam 1,5 milhões de emigrantes portugueses de origem açoriana, tendo os naturais do arquipélago ficado concentrados predominantemente em estados como Massachusetts e Rhoad Island, na costa leste, e na Califórnia, na costa do Pacífico, de forma mais intensa na década de 60 do século XX, sendo hoje a emigração residual. Fonte: Açoriano Oriental …

Continuar a ler