Lagoa do Fogo - Destinazores

Faz parte integrante da Rede Natura 2000, pelo facto de ter sido classificada como zona especial de conservação, aprovado por Decisão da Comissão Europeia no dia 28 de Dezembro de 2001, nos termos da Directiva Habitats 92/43/CEE do Conselho. Esta lagoa de águas muito azuis ocupa uma área de 1 360 ha, que é bastante tendo em atenção as dimensões da própria ilha.

A Lagoa do Fogo é a segunda maior lagoa da Ilha de São Miguel, e também a mais alta, classificada desde 1974 como Reserva Natural, tal o seu valor natural e paisagístico.

Ocupando cerca de 1360 hectares, na caldeira de um vulcão adormecido que se terá formado há cerca de 15.000 anos, dando forma ao grande maciço vulcânico da Serra de Água de Pau, a Lagoa do Fogo encanta pela sua beleza natural e dimensão fenomenal, chegando a atingir os 30 metros de profundidade.

A sua forma elíptica com dimensões na ordem dos 3×2.5 km e é resultado do ultimo colapso, que ocorreu no topo do vulcão, há aproximadamente 5 mil anos. A ultima erupção data de 1563.

Fonte: Câmara Municipal Vila Franca do Campo

Whale Watching num santuário de vida marinha

Segundo um dos mais destacados sites açorianos em matéria de whale watching, “Estar nos Açores, em especial nas Lajes do Pico, sem dúvida um dos 10 melhores locais do mundo para a observação de cetáceos, é de longe, a opção correcta. A pressão turística é ainda baixa, a quantidade e diversidade de cetáceos é elevada, tendo como fundo a magnífica …

Continuar a ler  

Ponta Delgada à noite

Ponta Delgada encerra histórias, juras de amor entre casais enquanto passeiam na Avenida, pensamentos. Ruas sem buzinas, carrinhos de bebé que passeiam os pais e barcos a entrar lentamente na Marina. Ponta Delgada à noite é assim. ” order_by=”sortorder” order_direction=”ASC” returns=”included” maximum_entity_count=”500″] Fonte: Paulino Pavão

Continuar a ler  

Hora de relaxar, embelezar e desfrutar do vulcão

Consideradas um caso único no mundo, devido à existência de água salgada termal com um teor de enxofre muito elevado, as águas da Ferraria, além de curarem problemas de reumatismo e nevrites, são também usadas para tratar de doenças de outros foros. Com o investimento recentemente concluído, foi possível manter a traça original do edifício original e, em simultâneo, dotá-lo …

Continuar a ler  

10 de junho, programa completo

Programa 7 de junho 21:30 – Concerto da Banda da Armada, no Coliseu Micaelense Entrada sujeita a levantamento prévio de bilhete. 8 de junho 10:30 – Inauguração das Atividades Militares Complementares – mostra de capacidades dos três ramos das forças armadas com interação do público, batismos de navegação e mergulho e visitas a três navios. 21:30 – Concerto da Orquestra …

Continuar a ler  

De Coimbra, as Furnas têm mais encanto

Conta-nos o David que a ida às Furnas foi muito mais do que as fotos documentam. O passeio começou pela costa norte e o primeiro “uau!” aconteceu no Pico do Ferro. Foi feita a apresentação do local e com um esticar de pescoço, também viu onde iria almoçar. Daí para a frente, mais “uaus!” iriam acontecer. ” order_by=”sortorder” order_direction=”ASC” returns=”included” …

Continuar a ler  

Angra do Heroísmo, história e tradição

Esta cidade, foi um porto de escala obrigatório desde o século XV até ao aparecimento dos barcos a vapor, no século XIX. As suas imponentes fortificações de São Sebastião e de São João Baptista, construídas há cerca de 400 anos, são exemplares únicos de arquitectura militar. Excelente exemplo de um tipo de construção ou um conjunto arquitectónico, tecnológico ou paisagístico …

Continuar a ler